Por pbagora.com.br

A Administração Central da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) informa que decidiu manter o ponto facultativo nesta segunda-feira (28), em todos os câmpus da Instituição, devido à permanência da situação de desabastecimento de combustíveis em todo o país. O reitor Rangel Junior ressaltou que nenhuma atividade acadêmica deve ser agendada para esta segunda e frisou que, somente a partir de uma nova análise, na segunda, será possível informar se na terça-feira (29) a situação estará normalizada.

A medida, além de refletir a preocupação do reitor Rangel Junior e da comunidade acadêmica com a conjuntura instalada no país, atende também a uma solicitação do Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (SINTESPB/UEPB) para evitar prejuízos à comunidade universitária que, costumeiramente, precisa se deslocar de cidades fora da sede do local de estudo ou trabalho, bem como precisa de transporte próprio ou coletivo, quando coincidem moradia e local de atividade na mesma cidade, o que está sendo impossibilitado devido ao desabastecimento de combustíveis.

Rangel ainda fez um apelo aos professores e técnicos que desempenham atividades administrativas para que, dentro do possível, possam compartilhar carona e comparecer aos seus locais de trabalho para garantir atividades essenciais e/ou o cumprimento de quaisquer prazos que, porventura, não tendo o trabalho realizado, possam comprometer convênios, programas ou contratos necessários para o funcionamento da UEPB. “Não é uma imposição. Trata-se de um apelo no sentido de um esforço para garantir o mínimo de atividades”, salientou.

 

Codecom-UEPB

Notícias relacionadas

Alheio a debate político, PDT faz mistério sobre futuro e alianças em 2022

Após o deputado federal Damião Feliciano (PDT) ter vencido à Covid-19 em meio a uma batalha pela vida de quase 90 dias, a família tem evitado entrar no debate político…

Opinião: Cícero embarca só na reeleição de João ou leva os Ribeiros e o partido?

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), já teria manifestado incondicional apoio à reeleição do governador João Azevedo (Cidadania). Pelo menos foi o que revelou, com absoluta exclusividade, o…