A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Vereador de CG diz que respeita decisão de procuradora favorável à sua cassação mas confia no Pleno do TRE-PB

O vereador campinense Waldeny Santana usou às redes sociais e publicou um vídeo falando a respeito do parecer do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) que prevê o acatamento de ações eleitorais que podem desaguar na cassação do seu mandato e do também vereador Dinho Papaléguas, eleitos pelo extinto partido Democratas.

O longo documento é assinado pela procuradora Acássia Suassuna. O ´núcleo´ das ações diz respeito à denúncia de fraude na ´cota de gênero´ na disputa pelos mandatos proporcionais.

Ou seja, supostamente foram lançadas candidaturas ´laranjas´ de mulheres à vereança, apenas para atender ao percentual mínimo exigido pela legislação eleitoral.

Ele disse que respeita o parecer da procuradora que pede a sua cassação não ´por compra de votos ou corrupção, mas pelo partido não ter cumprido a cota de gênero. Reforçou que partido teria que ter 30% da cota feminina. E que confia na decisão do Pleno do TRE-PB.

“Sobre o parecer do Ministério Público, nos respeitamos o parecer da procuradora que pede a nossa cassação não ´por compra de votos ou corrupção, mas pelo partido não ter cumprido a cota de gênero. O partido teria que ter 30% da cota feminina. Na Câmara nós fomos absolvido. Nós aguardamos e confiamos na Justiça no pleno do Tribunal Regional Eleitoral” destacou.

PB Agora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe