Por pbagora.com.br

A anulação parcial da convenção do PT de João Pessoa tem por base o artigo 159 do Estatuto do partido: “Se a Convenção partidária se opuser, na deliberação sobre coligações, às diretrizes legitimamente estabelecidas pelas instâncias superiores, a Comissão Executiva da instância superior correspondente poderá anular tais decisões e os atos delas decorrentes”.

Anísio Maia confirma que o PT municipal vai recorrer do pedido de anulação da convenção que homologou seu nome como candidato a prefeito: “Não somos nós que estamos judicializando, mas é claro que vamos reagir. Temos uma equipe jurídica competente”. E se o senhor perder? “Não trabalho com a possibilidade de insucesso”, respondeu.

“Não somos nós que estamos judicializando, mas é claro que vamos reagir. Temos uma equipe jurídica competente. Não trabalho com a possibilidade de insucesso”, comentou o deputado estadual do PT.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG: “Um dos maiores desafios dos próximos gestores é impulsionar a geração de emprego e renda” diz Bruno

O candidato à Prefeitura de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), declarou que um dos maiores desafios dos próximos gestores municipais é impulsionar a geração de emprego e renda no…

Raoni apresenta propostas para a juventude durante encontro

O candidato a prefeito de João Pessoa, Raoni Mendes (DEM), recebeu vários jovens para um bate-papo sobre futuro e oportunidades. O democrata ressaltou a importância da participação da juventude na…