Durante a campanha, o candidato à reeleição, senador Cássio utilizou o guia eleitoral como vitrine do trabalho que apresentou no primeiro mandato, focando em projetos que apresentou e defendeu no Senado, além de conquistas obtidas ao longo de 30 anos de vida pública.

Cássio lembrou a autoria do projeto (que já é lei e está em vigência) que faz justiça à lógica das cotas e estabelece que elas também sejam utilizadas como critério de ingresso de pessoas com deficiência nas universidades e institutos federais de educação. “Temos que lutar por mais inclusão social. para que as pessoas com deficiência também sejam acolhidas nas salas de aulas com mais oportunidades. É uma maneira de combater diferenças e abrir mais um caminho para o futuro da educação. A única saída para a Nação!” 

Aposentadoria – O senador também ressaltou conquistas importantes, obtidas em lei, graças a iniciativas dele quando constituinte. É o autor do dispositivo constitucional que aumentou de meio para um salário mínimo a aposentadoria do trabalhador do campo e também do dispositivo que reduziu em cinco anos a idade mínima para a aposentadoria de trabalhadores rurais. Também é de autoria dele o transporte gratuito para idosos.

Leite – Em diversas visitas pelo estado, acompanhado de Lucélio e Daniella, o senador ouviu referências ao programa Leite da Paraíba, que distribuía diariamente cerca de 120 mil litros de leite para as famílias mais necessitadas, quando ele era governador. Além do reforço alimentar, o programa gerava empregos, através da garantia de compra do leite do pequeno produtor. 

Trabalho a mostrar – “Toda a minha campanha foi baseada naquilo que fiz. Agi para garantir a finalização da transposição do São Francisco, para trazer recursos a toda Paraíba (sem discriminar adversários), inclusive e principalmente para a saúde (porque a doença não espera), apresentei projetos para criar a polícia penitenciária (que já foi aprovada no Senado por unanimidade) e tenho agido em defesa dos mais diversos profissionais: comerciantes, pescadores, profissionais liberais, agentes de saúde, policiais e demais trabalhadores” – explica o senador.

Mais Brasil – O senador também apresentou projetos para evitar a corrupção em obras públicas, projeto em favor da prisão em segunda instância e contra o foro privilegiado.  É enfático na defesa do enxugamento do Estado e contra mordomias e privilégios: “Tenho explicado que os governos não geram riqueza. O Estado gera despesa. Passou da hora de termos mais Brasil e menos governo” – defende Cássio.
 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente do PSL/SE acusa Julian de integrar complô na sigla e trair Bolsonaro

Em entrevista bombástica concedida ao programa Arapuan Verdade, na tarde desta terça-feira (22), o ex-presidente do PSL de Sergipe, João Tarantela acusou o deputado federal paraibano, Julian Lemos (PSL) de…

Análise: prefeita do Conde faz pacto com “Drácula” e contrata empresas investigadas pela Calvário

O Calvário é mencionado em todos os quatro evangelhos quando relatam a crucificação de Jesus. Mas não é esse episódio bíblico que vou tecer comentários. O Gólgota em discussão está…