Por pbagora.com.br

Após ser afastada da presidência do PT de João Pessoa, por força de intervenção da Executiva Nacional do partido, Giucélia Figueiredo afastou completamente a hipótese de diálogo com a comissão interventora da sigla na capital paraibana.

A expectativa de uma possível conversa foi ventilada pelo próprio presidente interventor, Cícero Gregório.

De acordo com Giucélia, que agora coordena a campanha de Anísio Maia à PMJP, não há como ter diálogo entre as partes envolvidas a não ser que seja em favor da candidatura do petista.

“Não existe diálogo com o interventor designado pela Direção Nacional do PT e unificação só em torno da candidatura do PT”, sentenciou.

A ex-presidente petista taxou ainda de absurdo os integrantes do PT municipal estarem sendo submetidos à intervenção.

“Um absurdo. Fomos as ruas defender a democracia e estamos sendo submetidos a uma intervenção por estarmos defendendo o direito legítimo de termos candidatura própria” disse.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Gleisi sugere que petistas entreguem cargos no Estado: “Tem que sair todos”

A presidente do PT nacional, Gleisi Hoffmann, falou a respeito do imbróglio que envolve a sigla em âmbito nacional e o PT de João Pessoa com relação às candidaturas de…

Análise: na reta final da campanha, prefeito de Alhandra tenta botar passado em branco, mas termina abastecendo oposição

Não adianta culpar a justiça pelo indeferimento do registro de candidatura quando, na verdade, os candidatos não fizeram o dever de casa e agora apenas sofrem as consequências das decisões…