A Paraíba o tempo todo  |

Nadja reassume na ALPB e crítica Ricardo

Em primeiro discurso na AL, Nadja ataca o PSB, critica Ricardo Coutinho, e diz que apesar de tudo não irá se vingar.

Paraíba eu resisti e sobrevivi. Foi assim que a suplente de deputada Nadja Palitot (PSB), iniciou o seu primeiro discurso na qualidade de titular de mandato na Assembléia Legislativa da Paraíba na tarde desta terça-feira (29).

Correspondendo as expectativas do PSB, Nadja aproveitou o momento, que ela classificou de “quebrar o silencio” e teceu várias criticas ao prefeito da Capital, Ricardo Coutinho e aos dirigentes do partido na Paraíba.

Na tribuna, Nadja ainda classificou o prefeito Ricardo Coutinho de perseguidor e enumerou todos os protestos existentes no governo socialista, entre eles a atuação dos “bombados”, a demissão dos agentes de saúde e ainda a retirada dos motoristas de transporte alternativo na Paraíba.

“O PSB é uma verdadeira irmandade, uma grande família que persegue e expulsa sem piedade e muitos que possuem cargo na prefeitura estão lá somente para realizar os caprichos e primores de Ricardo”

Em tom de desabafo, a deputada disse que durante os últimos tempos foi massacrada pelo Partido Socialista Brasileiro da Paraíba, com golpes e criticas muitas vezes desumanas, no entanto ressaltou que este será o último desabafo realizado sobre o assunto.

“O que fizeram comigo foi desumano, por isso digo Paraíba, eu resisti e sobrevivi”, declarou.

Nadja aproveitou o discurso para agradecer ao governador José Maranhão pela oportunidade, aos deputados Marcondes e Leonardo Gadelha e a todas as pessoas que a apoiaram na caminhada.

A socialista historiou que foi ela quem acolheu o prefeito Ricardo Coutinho no PSB na época em que o socialista se desfiliou do PT e também foi ela que renunciou a presidência do partido para que o prefeito assumisse o posto.

“Nunca fiz nada contra Ricardo Coutinho, mas, infelizmente fui traída”, desabafou.

 

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe