Por pbagora.com.br
A prefeita do município de Conde, Márcia Lucena, do PSB, entrou na corda bamba das contas públicas após receber do Procurador-Geral do Ministério Público de Contas da Paraíba (MPC), Luciano Andrade Farias, um parecer contrário a aprovação de suas contas à frente da gestão municipal. A emissão foi divulgada ontem, segunda-feira (1), e se refere ao ano de 2017, primeiro ano fiscal da gestão de Márcia Lucena à frente da administração do município.
Na peça de 16 páginas, o procurador emitiu parecer contrário à aprovação das contas de Márcia Lucena, relativas ao exercício de 2017; bem como pela imputação de débito à prefeita Márcia Lucena no valor de R$ 355.572,00, em razão de supostas despesas indevidas com uma empresa.
O parecer será apreciado pelos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), que irão julgar os argumentos da promotoria, da defesa e decidir pela aprovação ou não das contas da gestora.
Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Surgiu um traidor” dispara presidente do PT de JP sobre Antônio Barbosa

A executiva nacional do PT formalizou a indicação do advogado Antônio Barbosa como sendo o vice da chapa encabeçada pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na corrida eleitoral pela Prefeitura Municipal…

Reflexo da pandemia: total de desocupados na PB cresce 21,2% em 4 meses

Reflexos da pandemia. Em quatro meses, cresceu em mais de 21% o número de desempregados na Paraíba. Ao todo, o número de desocupados na Paraíba cresceu 21,2% de maio a…