No âmbito da Operação Andaime, deflagrada em 2015, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-prefeito de Santa Cruz (PB), Raimundo Antunes.

De acordo com o órgão, existe a suspeita da sua participação em organização criminosa acusada de fraudar licitações, superfaturar obras e serviços, peculato e corrupção passiva.

A solicitação veio após o MPF, no decorrer das investigações, apreender anotações em agendas de empresários da região de Cajazeiras, que ganharam algumas licitações no município entre 2013 a 2015.

A Andaime investiga vários empresários e ex-secretários municipais, inclusive da cidade de Santa Cruz .

A Operação Andaime já vai na sua quarta fase e é resultado de ações conjuntas do MPF com o Ministério Público Estadual (MPPB), da Controladoria-Geral da União (CGU) e Polícia Federal.

Ao todo 16 prefeituras no Alto Sertão da Paraíba são alvos de investigações.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Nós fomos surpreendidos”, diz Efraim ao criticar PEC de Bolsonaro que prevê a extinção de municípios

Segundo o líder da bancada paraibana no Congresso, Efraim Filho (DEM), proposta do pacto federativo que prevê a extinção de municípios, que pode afetar diretamente a Paraíba e suas pequenas…

Governador se reúne com empresários chineses e governadores do NE nesta terça

O governador João Azevêdo (PSB) participa de uma série de agendas, nesta terça-feira (12), em Brasília. Dentre os compromissos do gestor estão reuniões com empresários chineses e entrevista a uma…