Por pbagora.com.br

 

O Ministério Público Federal (MPF) da Paraíba, pelo procurador da República Tiago Misael de J. Martins determinou no uso das suas atribuições a abertura de uma investigação para apurar o uso ilícito do Sistema Itatiunga FM de Patos, para benefício da candidatura do deputado estadual reeleito em 2018, Nabor Wanderley (PRB).

Segundo o procurador, a Notícia de Fato n°1,24.003.000.226/2019-10, foi convertida, em Inquérito Civil, para coletar dados destinados a auxiliar a formação da denúncia acerca dos fatos. Essa não é a primeira investigação do MPF por favorecimento ilegal contra o deputado estadual Nabor Wanderley.

Em julho de 2018, o MPF, pediu que a Justiça suspendesse transmissão da rádio Itatiunga FM de Patos (PB) e cancelasse sua outorga, por supostamente ter como sócio o deputado estadual Nabor Wanderley da Nóbrega Filho, durante o exercício do mandato eletivo, fato que viola o artigo 54 da Constituição Federal e o artigo 56 da Constituição da Paraíba. Veja: http://www.mpf.mp.br/pb/sala-de-imprensa/noticias-pb/mpf-pb-pede-que-justica-suspenda-transmissao-da-radio-itatiunga-fm-e-cancele-outorga

Veja a nova decisão do MPF:

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino revela sondagem do governador sobre 2022: “Vou dialogar”

Após a confirmação por parte do presidente nacional do Avante, Luis Tibé, do nome de Eliane Galdino como presidente estadual do partido, o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB),…

Oposicionista analisa novas adesões à base de João na ALPB: “Perda muito grande”

‘Um baque’, essa pode ser a definição mais adequada as recentes adesões dos deputados estaduais Raniery Paulino (MDB) e Eduardo Carneiro (PRTB) a base de sustentação do governador João Azevêdo…