O Ministério Público da Paraíba (MPPB) decidiu que vai apurar a suposta invasão feita pelo deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) a um hospital de campanha da Paraíba. A informação foi confirmada na noite de ontem (15).

O caso ganhou repercussão no início do mês de maio deste ano. No período, o Cabo divulgou em suas redes sociais que foi ao Hospital Metropolitano, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, após receber denúncias de que a unidade de saúde não estava superlotada com casos da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A apuração do caso acontece após um pedido de Augusto Aras, procurador-geral da república. No comunicado, Aras pede aos Ministérios Públicos a abertura de investigação sobre casos que envolvam invasão a hospitais e ofensas a profissionais de Saúde.

O MPPB vai verificar se o caso se enquadra no Código Penal. Além disso, a instituição afirma que gestores hospitalares do estado podem e devem comunicar os ocorridos. Os contatos do MPPB podem ser consultados neste link. Até a publicação desta matéria, o Cabo não havia se posicionado publicamente sobre o assunto.

 

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Qualquer eleitor, pode concorrer”, diz procurador sobre eleição indireta em Bayeux

Ainda sobre a polêmica sobre as novas eleições indiretas no município de Bayeux, diante da renúncia do prefeito afastado Berg Lima do cargo, em entrevista ontem a uma emissora de…

Em delação, Cabral aponta ‘mesada’ para Vital do Rêgo e mais dois ministros do TCU

O site da Crusué detalhou nesta quarta-feira (15) um trecho da delação de Sérgio Cabral que apontou o pagamento de uma ‘mesada’ de R$ 100 mil para o paraibano Vital…