Marcada para a próxima terça-feira, 21 de dezembro, a mobilização nacional a favor da sanção do projeto que estabelece a divisão dos Royalties já recebeu o apoio de centenas de Municípios. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, pede engajamento dos gestores municipais em mais esta empreitada. O objetivo é pedir ao presidente Lula que não vete o projeto aprovado pela Câmara.

A decisão pelo ato foi tomada durante a última mobilização da CNM promovida na última quarta-feira. A ideia foi aprovada por unanimidade e os prefeitos garantiram que irão organizar atividades nos Municípios para chamar a atenção da sociedade civil e da imprensa. “Temos que mostrar ao governo a nossa força, o Brasil precisa saber que o nosso trabalho é sério”, disse Ziulkoski.

Ziulkoski pede aos gestores municipais que assumam a responsabilidade de tornar a paralisação um ato capaz de sensibilizar o presidente Lula. “O Petróleo é nosso, está na Constituição Federal, os Royalties também devem ser de todos os Municípios, eles são uma riqueza nacional”, destaca Ziulkoski.

Sugestões

A CNM desenvolveu um hotsite para orientar os prefeitos com formas de mobilização. Eles podem, por exemplo, promover nos Estados mobilizações em parceria com as entidades estaduais de Municípios. O objetivo é mostrar à imprensa a determinação dos prefeitos em pedir a sanção de Lula ao projeto dos Royalties.

Outras sugestões são encaminhar telegramas e e-mails à Presidência da República, à Casa Civil e à Secretaria de Relações Institucionais, além de abastecer a comunidade com informações, por meio de entrevistas nas rádios e jornais, para convidá-la a participar das atividades do dia 21 de dezembro.

A data será marcada por uma paralisação das atividades – com a manutenção dos serviços essenciais – para reunir a população, os sindicatos, as associações de classe, o magistério, os alunos e os profissionais da Saúde para explicar o ganho real que a comunidade terá se o presidente da República sancionar o projeto.

O site elaborado pela CNM conta com outros materiais de apoio e as tabelas, Município a Município, que mostram como a divisão dos recursos dos Royalties são importantes. Uma ferramenta também permite que os usuários do site enviem emails diretamente à Presidência da República.
 

 

CNM

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Superintendente do Dnit-PB garante retomada das obras de triplicação da BR-230 para 2ª

Os prejuízos com a paralisação das obras de triplicação da BR-230 devem durar até a próxima segunda-feira (21), quando o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes na Paraíba…

Audiência Pública na CMCG propõe medidas para salvaguardar o Patrimônio Histórico de Campina

A Câmara Municipal de Campina Grande realizou, nesta quarta-feira 16/10, Audiência Pública acerca do Patrimônio Histórico de Campina Grande. O autor da propositura foi o vereador Olimpio Oliveira, que debateu…