A Paraíba o tempo todo  |

Moacir diz que Romero busca proposta de pacificação e ouve lideranças políticas para tomar decisão

O futuro político do ex-prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues (PSD), segue indefinido. Após, ele admitir pela primeira vez a possibilidade de aliança com o governador João Azevedo (Cidadania), muitos tucanos já dão como certa essa composição.


Agora a pouco, em entrevista ao PB Agora, o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL), disse que Romero ainda não tomou nenhuma decisão, mas está ouvindo as lideranças políticas do PSD e do PSDB. Sem citar João Azevedo, Moacir disse que Romero está em busca de uma pacificação para o bem da Paraíba.


“Quem conhece Romero sabe que ele é um homem de paz. Ele está em busca de uma proposta de pacificação para o bem da Paraíba. Hoje é 50% para cada lado “, adiantou. Nas entrelinhas, Moacir deu a entender, que a tendência é que Romero decline para o Palácio da Redenção.

Só que ontem, em entrevista à Rádio Arapuan FM, Moacir afirmou que Romero Rodrigues e o governador João Azevêdo vão formar uma aliança para as eleições de 2022.

Segundo o parlamentar, o entendimento entre os dois nasce de “um novo pacto político” na Paraíba e a união pode ser fechada dentro de um mês.

“A decisão desse novo pacto político pode representar uma nova fase do estado. É um agrupamento político que vai ter 90% de apoio das forças políticas da Paraíba. Com essa composição, João e Romero vão para uma eleição unânime”, disse

Em meio às especulações, o deputado estadual  Tovar Correia confirmou em entrevista a Rádio Correio FM, a decisão de Romero de desistir de disputar o Governo do Estado. Enigmático, não adiantou qual será o futuro do ex-prefeito de Campina Grande.

“O que posso adiantar é que Romero não será mais candidato a governador, infelizmente” declarou Tovar.

Ontem `a noite, em entrevista a uma emissora de televisão de Campina Grande, o ainda pré-candidato ao Governo do Estado, Romero Rodrigues, confirmou que efetivamente está avaliando a possibilidade de se aliar ao governador João Azevedo para concorrer às eleições do próximo ano, na condição de candidato a vice-governador.

Presidente estadual do PSD, Romero garantiu que não existe nenhuma decisão tomada,

“Não existe nenhuma decisão tomada. Nunca conversei com o governador João Azevedo (sobre esse assunto). Pessoas ligadas à política, que têm vinculação com o governador e têm relação de amizade comigo têm feito essa interlocução, no sentido de tentar construir um diálogo, uma pacificação”, discorreu Romero.

Romero disse que pretende tomar a decisão que no seu entendimento for  em favor de Campina Grande, e que possibilite a execução de um projeto que possa retribuir à cidade com ações concretas, resolutivas.
Que a população receba o efeito positivo de uma eventual composição”, acrescentou o ex-prefeito. Segundo Romero, o assunto também vem sendo tratado pelo presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab.

“Se tiver um bom caminho ou compromisso formal em favor de Campina, para desenvolvimento da cidade, a gente pode discutir”, disse Romero em entrevista à TV Itararé

SL
PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe