A Paraíba o tempo todo  |

Ministro inspeciona obras da transposição durante dois dias

 O Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira e o secretário do PAC, Maurício Muniz,inspeciona nesta quinta-feira (07), as obras da transposição do Rio São Francisco. O Ministro desembargou no Aeroporto João Suassuna durante a manhã e foi recepcionado pelo senador Vital do Rêgo (PMDB-PB). No aeroporto ele concedeu entrevsista coletiva onde falou da importância da obra para o desenvolvimento da região Nordeste. O ministro garantiu ao senador Vital do Rêgo que o trabalho por ele desenvolvido em parceria com o Congresso via a Comissão Especial Externa de Acompanhamento das Obras de Transposição de Águas do Rio São Francisco – CTESFRANCISCO, tem sido de extrema relevância, para dar celeridade as obras de Transposição de Águas do Rio São Francisco, pois ela vem cobrando e sugerindo soluções para cada passo desta obra que é a maior do NE dentro do PAC.

“A CTESFRANCISCO que tem como seu presidente Vital, tem desenvolvido um trabalho muito importante, em conjunto com o ministério da Integração, pois vem cobrando e sugerindo soluções a cada etapa da obra. Vital e os demais senadores tem um trabalho muito importante, pois conhece o realidade de cada região e o Governo Federal via seus pareceres técnicos vem dando resposta ao povo da Paraíba e demais Estado para essa obra que prevê a construção de quase 470 km de canais, além de estações de bombeamento, que irão beneficiar quatro estados: Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte”, destacou o ministro da Integração Nacional.

 

Foi Vital quem solicitou ao Ministro a inspeção, sobretudo no trecho da Paraíba, estado para o qual Vital pediu à Presidente Dilma Rousseff uma terceira entrada das águas do São Francisco, beneficiando o Vale do Piancó (o chamado Ramal Piancó da Transposição). A alteração foi confirmada pelo Ministério recentemente e, na visita, o Francisco Teixeira poderá detalhar esta novidade do projeto.

Francisco Teixeira passará dois dias vistoriando as obras, nos eixos Norte e Leste. O objetivo é estar presente em todos os trechos, para verificar pessoalmente o andamento dos trabalhos. Segundo o Ministério da Interação Nacional, atualmente todos os trechos do projeto de integração das bacias estão com obras em andamento.

Ao todo, trabalham na obra cerca de 11.500 operários, atuando nos dois expedientes, sendo que em alguns trechos os trabalhos são desenvolvidos 24 horas por dia. Este é o maior número de trabalhadores que a obra da transposição já teve, desde o início dos trabalhos. O objetivo é manter o cronograma do Governo Federal que prevê a entrega da obra concluída até o ano que vem. Após conceder entrevsita, o ministrou partiu em direção ao canteiro de obras.

Redação com Ascom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe