Em 2009, a Aqualider estima produzir 200 toneladas de beijupirás. O sócio-diretor da empresa, Manoel Tavares, disse há pouco, em discurso, que “o projeto vai tirar a aquicultura das trevas”. Ele agradeceu pessoalmente ao presidente Lula pelo incentivo do Governo com autorização da marinha e cessão dos mares por 20 anos.

 

O ministro da pesca, Altemir Gregolin, também deu seu recado sobre a importância do projeto. Ele confirmou que a Aqualider tem potencial de ser líder do mundo na produção de beijupirás. “Aqui nasce a psicultura do Brasil”, disse, entusiasmado.

 

Hoje, o País produz apenas 1 tonelada do pescado, porque, segundo Gregolin, o beijupirá é um peixe “difícil”, uma vez que não anda em cardume. As vantagens em relação ao salmão, por exemplo, são inúmeras. Enquanto o salmão demora 3 anos para ganhar 4 quilos, em apenas um ano, o beijupirá engorda 6 quilos.

 

“Vamos colocar as águas da União em produção”, garantiu Gregolin. Ele exemplificou que o Chile fez isso em 1991 e aumentou a produção de 30 mil toneladas para 860 mil toneladas, o que representa US$ 2,5 bilhões em exportação. “Já se fazia isso com fazia isso com frango, suino e bovino, há muito tempo que deveria ter sido feito com a pesca”, reclamou Gregolin.

 

“O Brasil vai chegar a ser um grande produtor mundial como a China e o Peru”, disse, na fala mais otimista. Existe mercado para quem quer produzir, de acordo com o ministro, 15% do consumo de peixes no Brasil é para importação.

 

Blog de Jamildo

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ambulantes de JP acusam Cartaxo de evitar diálogo com trabalhadores

Desde a operação deflagrada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) desde quarta-feira passada (11) que está impedindo que os camelôs ocupem o trecho do calçadão da Miguel Couto que vai…

Crise no PSB: Hervázio separa aliança de subserviência a RC

Durante entrevista à Rádio Cultura da cidade de Guarabira, o deputado estadual e atual secretário de Esportes e Lazer da Paraíba falou a respeito do seu posicionamento diante da crise…