Por pbagora.com.br

O imbróglio envolvendo a candidatura de Lucas Romão, na cidade de Pedras de Fogo, parece não ter fim.

Em mais um capítulo da novela protagonizada pelo sobrinho do atual prefeito, Dedé Romão, o Ministério Público Eleitoral recorreu do Registro de Candidatura do postulante, após o mesmo supostamente ter omitido bens.

De acordo com as informações, Lucas é dono de um imóvel de luxo em um condomínio na entrada da cidade,  tendo adquirido o lote do mesmo no mês de abril de 2018 (conforme documento abaixo), porém o referido imóvel não foi apresentado na declaração de bens envidada à Justiça Eleitoral.

Outros bens que também chamara a atenção do Ministério Público são dois veículos cadastrados no sistema do Detran-PB no nome de Lucas, bens que também não foram declarados à Justiça Eleitoral.

Por sua vez o Ministério Público Eleitoral, na pessoa do Promotor Marinho Mendes, recorreu e apresentou provas de que Lucas é o proprietário dos bens citados acima.

Confira:

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Henrique e Micheila, continuam internados com covid-19, em JP

O deputado estadual João Henrique e sua filha, Micheila Henrique continuam internados em um hospital particular de João Pessoa acometidos de covid-19. De acordo com informações da assessoria do parlamentar,…

Veja agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta segunda

Visitas, reuniões, gravação para o guia eleitoral, entrevistas e debate, marcam a agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa nesta segunda-feira (23) Confira a agenda Cícero Lucena (Progressistas) 8h…