Por pbagora.com.br

O Ministério Público Eleitoral (MPE) na Paraíba instaurou uma Notícia de Fato Eleitoral para investigar os fatos de propaganda eleitoral antecipada e de conduta vedada de distribuição de bens por parte do prefeito de Pombal, na Paraíba, Doutor Verissinho (MDB). No dia 1º de julho, uma carreata ao som de forró provocou aglomerações na cidade. Ele é virtual candidato à reeleição.

Além disso, o prefeito da cidade mandou distribuir kits de higiene ao som do jingle da campanha eleitoral dele de 2016.

Além da investigação, o Ministério Público Eleitoral informou ao pré-candidato e à prefeitura a apresentação de resposta para que esclareçam os fatos.

Pelo novo calendário eleitoral, a campanha de rua terá início após os registros de candidatura em 26 de setembro. Qualquer manifestação anterior a isso, principalmente com uso de dinheiro público, pode ser considerado crime eleitoral.

Redação com G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Republicanos avaliza aproximação entre Cidadania e PV em João Pessoa

Integrante do Partido Republicanos (PR), o agora secretário de Estado da Articulação Política Jutay Meneses não descarta a possibilidade de aliança entre o Cidadania, do governador João Azevêdo, com o…

Efraim Filho defende ampliação de saque do FGTS

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) é destaque no Jornal “Valor Econômico”, ao defender ampliação do acesso do trabalhador ao saque do FGTS em tempos de Pandemia. Leia a matéria na…