Por pbagora.com.br

Mídia nacional traz que indicação de Manoel Junior para o Ministério da Saúde gera crise na base governista

 

A possibilidade do deputado federal Manoel Junior (PMDB-PB), integrar um Ministério da presidente Dilma Rousseff (PT), não está sendo bem aceita pela base governista.  

 

O jornal Folha de São Paulo trouxe na edição desta quinta-feira (24), que a maior parte da base governistas da presidente Dilma Rousseff (PT) não digere a indicação do deputado federal Manoel Júnior  para o Ministério da Saúde e traz de volta críticas do deputado paraibano ao programa ‘Mais Médicos’ principal programa do MS.

 

Segundo o imprenso na conversa com Dilma, Lula levou a cobrança do PT de que a reforma administrativa fosse adiada. O partido reclama de não ter sido consultado e não admite perder o Ministério da Saúde para o PMDB. “Se formos consultados, vamos opinar. Mas, se não formos consultados, também vamos opinar”, diz um dirigente petista.

 

Ainda segundo o jornal um grupo de deputados mais próximo de Eduardo Cunha levou ao presidente da Câmara preocupação pelas indicações da bancada do PMDB ao ministério de Dilma. Acham impossível desvinculá-lo dos nomes. Um ex-ministro de Dilma resume: “Quem tem a chance de ter todos os ministérios não vai ficar satisfeito só com um”.

 

No final da reportagem o jornal traz na coluna Painel criticas do parlamentar paraibano ao principal programa do Ministério da Saúde o ‘Mais Médicos’. “Quero ver como será a importação de um cidadão que vem sem o preparo para conviver, por exemplo, com doenças tropicais. É uma questão extremamente grave que a presidenta Dilma Rousseff deve rever”, disse o ministeriável na tribuna da Câmara.

 

O jornal lembra da proximidade do deputado com o senador Cássio Cunha Lima, principal líder do PSDB no Senado, e que tem defendido a saída da presidente Dilma. 

 

 

Redação com Folha

Notícias relacionadas

Opinião: a força do Avante o credencia a compor a chapa majoritária de João Azevêdo

As declarações postas à mesa pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, hoje no PSB, mas migrará no próximo ano para o Avante, agitou o cenário político…

Roberto Paulino não descarta apoio a Efraim para o Senado, mas lembra Galdino no páreo

O vice-presidente do MDB na Paraíba, ex-governador Roberto Paulino, declarou na tarde desta quarta-feira, dia 12, durante entrevista à Rádio Arapuan FM, que não teria nenhum problema em apoiar e…