Mesmo com denúncias da oposição, José Maranhão marca para o dia 20 de dezembro inauguração do Hospital de Trauma de Campina Grande

Mesmo com as ‘recomendações’ do Ministério Público da Paraíba, o governador José Maranhão (PMDB) confirmou para o próximo dia 20 ou 21 de dezembro, a inauguração do Hospital de Trauma de Campina Grande.

Conforme o peemedebista, as especulações realizadas atualmente pela oposição com relação à incapacidade do órgão e supostas irregularidades são semelhantes as que ocorreram logo que Cássio Cunha Lima (PSDB) foi cassado.

“Eu vou me ater a não responder sobre essa questão envolvendo as acusações da oposição, pois a mesma coisa que está sendo feita agora, foi propagada também na época de Cássio”.

Maranhão esclareceu, no entanto, que vai inaugurar a obra, mas o funcionamento do Hospital não poderá se dar automaticamente.

“Um hospital desse porte não tem como ser inaugurado para funcionar automaticamente. Todos sabem que existe a necessidade de um treinamento de funcionários para que os serviços sejam iniciados. 

As declarações do governador foram dada a imprensa na manhã desta terça-feira (30) durante de uma inspeção pelo hospital de Trauma de Campina. Após a vistoria o governador anunciou a data. Na ocasião Maranhão esteve acompanhado do secretário de Saúde, José Maria de França.

 REFERÊNCIA

O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande será uma referência no Nordeste. Na obra foram investidos R$ 100 milhões, sendo R$ 44,3 milhões na construção e R$ 55 milhões em equipamentos. A unidade terá capacidade de disponibilizar atendimento a 1,9 milhão de paraibanos (52% da população do Estado), incluindo Agreste e Borborema (70 municípios) e Cariri e Sertão (mais 88 cidades) totalizando 158 municípios.

O Hospital dispõe de 242 leitos, sendo 30 de UTI (adulto, pediátrica e de queimados); área construída de 22 mil metros quadrados. O estacionamento tem capacidade para 516 vagas. Há ainda heliponto, clínica médica, clínica cirúrgica, clínica ortopédica e traumatológica, clínica pediátrica e traumatológica, além de clínicas especializadas em oftalmologia, otorrinolaringologia, neurologia e buco-maxilofacial, centro cirúrgico com seis salas, sala para pequenas intervenções cirúrgicas de emergência, centro de diagnóstico, laboratórios de hematologia, bioquímica, microbiologia, líquor e parasitologia/análise.
 

Com informações de Simone Duarte

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mídia nacional repercute invasão ao escritório de RC, em JP

O Jornal Estadão, na edição deste sábado (17) repercutiu a invasão criminosa ao escritório do ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho. O fato aconteceu na última quinta-feira (15) e o socialista…

Análise: PSB-PB terá comissão provisória nacional para “remediar” conflito interno

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose”. Assim concluiu, certa vez, Paracels, médico e físico do século XVI. E a afirmação percorreu séculos de forma incólume,…