Por pbagora.com.br

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, que vem levantando dúvidas sobre a realização, ou não das eleições municipais no próximo mês de outubro, a partir da última sexta-feira (15), os pré-candidatos das Eleições Municipais de 2020 já podem iniciar a arrecadação de recursos para a sua pré-campanha por meio de financiamento coletivo pela internet.

De acordo com a Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições), os pretensos concorrentes somente podem contratar as empresas de financiamento coletivo que estejam cadastradas na Justiça Eleitoral. A lista de instituições credenciadas pode ser consultada no Portal do TSE.

De acordo com o próprio TSE, os recursos arrecadados na fase de pré-campanha somente serão disponibilizados ao candidato após o seu registro de candidatura na Justiça Eleitoral, a obtenção do CNPJ da campanha e a abertura de conta bancária específica.

Na hipótese de o pré-candidato não solicitar o seu registro de candidatura, as doações recebidas durante o período de pré-campanha devem ser devolvidas pela empresa arrecadadora diretamente aos respectivos doadores.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia Federal nega que João Azevêdo tenha sido alvo da 9ª fase da Calvário

O delegado da Polícia Federal Conrado de Almeida, em entrevista nesta terça-feira (27), confirmou que o governador João Azevedo não foi um dos alvos da nova etapa da Operação Calvário…

Edilma não garante permanência de secretariado de Cartaxo na gestão, se eleita

“Vamos fazer uma avaliação para decidir isso”. A declaração foi dada nesta terça-feira (27) pela candidata do PV à prefeitura de João Pessoa, Edilma Frente, durante entrevista ao programa Arapuan…