Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, que vem levantando dúvidas sobre a realização, ou não das eleições municipais no próximo mês de outubro, a partir da última sexta-feira (15), os pré-candidatos das Eleições Municipais de 2020 já podem iniciar a arrecadação de recursos para a sua pré-campanha por meio de financiamento coletivo pela internet.

De acordo com a Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições), os pretensos concorrentes somente podem contratar as empresas de financiamento coletivo que estejam cadastradas na Justiça Eleitoral. A lista de instituições credenciadas pode ser consultada no Portal do TSE.

De acordo com o próprio TSE, os recursos arrecadados na fase de pré-campanha somente serão disponibilizados ao candidato após o seu registro de candidatura na Justiça Eleitoral, a obtenção do CNPJ da campanha e a abertura de conta bancária específica.

Na hipótese de o pré-candidato não solicitar o seu registro de candidatura, as doações recebidas durante o período de pré-campanha devem ser devolvidas pela empresa arrecadadora diretamente aos respectivos doadores.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Homem suspeito de ameaçar Ricardo Coutinho atua no ramo de confecções

O homem detido após uma investigação policial, que é apontado como principal suspeito de ameaçar de morte o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), atua no ramo de confecções, cuja…

Opinião: Bolsonaro desrespeita a “tradicional família” e choca a Pátria Amada com linguajar de manichula

Quem assistiu ao vídeo sobre a excêntrica reunião ministerial presidida por Jair Bolsonaro ficou estarrecido. Não havia como não ficar indignado e tomado por um sentimento deprimente de vergonha alheia.…