Por pbagora.com.br

Os dados são preocupantes.  As 2ª e 3ª Promotorias da Criança e do Adolescente de Campina Grande realizaram ontem (18) uma audiência para discutir a situação das instituições de acolhimento do município, principalmente a questão emergencial de usuários de drogas.

A reunião aconteceu no Ministério Público. Durante a audiência, ficou decidido que, para a internação com o intuito de desintoxicação de menores de 18 anos de idade, usuários ou dependentes químicos, o primeiro encaminhamento deve ser feito para a emergência do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC).

Dados Secretaria Municipal de Assistência Social, através do Programa Ruanda, revelou uma triste realidade na cidade. Cerca de 78,84% das crianças retiradas das ruas da cidade pelos programas da prefeitura acabam voltando a serem exploradas nas ruas. Segundo os dados, das 104 crianças atendidas pelo programa Ruanda que tem cujo objetivo tirar esses meninos e meninas da exploração e do aliciamento 82 reincidiram ao local de antes e cometendo a mesma prática, seja pedindo esmolas, praticando delitos ou usando drogas.

Conforme os dados obtidos através do programa, que é realizado pela Gerência da Criança e do Adolescente, da Diretoria de Proteção Especial, dos reincidentes, 60 são meninos e 22, são meninas. A maioria é de crianças e adolescentes entre os 12 anos e 17 anos de idade. Foram 47 crianças nessa idade, sendo que 38 apenas do sexo masculino.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE/PB cogita suspender diplomação presencial de eleitos por conta da Covid

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, Joás de Brito, garantiu, durante entrevista nesta quarta-feira (02), que os juízes eleitorais distribuídos pelo estado terão a liberdade de decidir se…

Karla Pimentel anuncia nomes que vão compor equipe de transição no Conde

A prefeita eleita do município de Conde, Karla Pimentel (PROS), anunciou nesta terça-feira (1º) os seis nomes que serão responsáveis pela transição de governo para o mandato 2021-2024. Em documento…