Após duas derrotas seguidas nas eleições municipais em Campina Grande (2012 e 2016), o MDB garante seguir na busca pelo protagonismo na rainha da Borborema. Agora sob o comando da ex-secretária de Saúde Tatiana Medeiros, a sigla pretende reestruturar o partido para as eleições de 2020.

Convidada a assumir o diretório do partido em CG pelo senador José Maranhão, presidente estadual da legenda, Tatiana defende que o MDB tenha no município a relevância que possui na história do país. “Campina Grande tem uma importância extrema dentro do Nordeste. E Campina não poderia ficar com um partido da estirpe do MDB sem um comando municipal”, argumentou.

O foco da nova presidente é, segundo ela, fazer com que o MDB lance candidato à prefeitura de Campina Grande no próximo pleito. Tatiana garante que a sigla possui nomes para o cargo. “O MDB sempre teve candidatura própria. A orientação e o objetivo do senador José Maranhão é que o MDB em Campina Grande tenha, logicamente, candidatura própria. Nós temos nomes que podem e são competitivos, como o do vereador Olímpio Oliveira, que é um cidadão que em muito nos honra por sua história limpa. Também tem o nome do ex-vereador Metuselá Agra. E meu nome também está à disposição”, afirmou

A entrevista foi concedida à Rádio Correio FM.

 

PB Agora

Total
2
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PSOL-PB estabelece condição para sigla apoiar uma chapa pela prefeitura da capital, em 2020

O presidente do PSol na Paraíba e ex-candidato a governador, Tárcio Teixeira, comentou como seu partido está se preparando para as eleições municipais, do próximo ano na capital paraibana. Segundo…

Sem Ricardo Coutinho no páreo, Galdino prevê eleição de ‘anões’ em JP

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Adriano Galdino (PSB) fez uma análise do cenário que se forma para a disputa eleitoral pela prefeitura de João Pessoa, em 2020,…