A proporcionalidade foi seguida à risca nas indicações para a composição da Mesa Diretora da Câmara. A depender do resultado da eleição para a presidência da Casa, nesta segunda-feira (2), o chamado bloquinho (PSB, PCdoB, PMN e PRB) emplacaria apenas o deputado Manoel Júnior (PSB-PB) para um dos postos do colegiado – o de suplente de secretário. O registro de Manoel foi feito às 15h deste domingo.

Mais quatro indicações avulsas (sem orientação da bancada) chegaram à Secretaria Geral da Mesa neste domingo – o Congresso em Foco registrou o primeiro registro avulso, de Augusto Farias (PTB-AL): Rômulo Gouveia (PSDB-PB), que pleiteia o cargo de primeiro-secretário, assim como Bruno Rodrigues (PSDB-PE); Wellington Roberto (PR-PB), para a 2ª Secretaria; e Ilderlei Cordeiro (PPS-AC), que se lançou para suplente de secretário.

Entre as candidaturas por indicação de bancada estão: Marco Maia (PT-RS), para a 1ª Vice-Presidência; Odair Cunha (PT-MG), para a 3ª Secretaria; Nelson Marquezelli (PTB-SP), 4ª Secretaria; Leandro Sampaio (PPS-RJ) e Marcelo Ortis (PV-SP), ambos indicados a suplente de secretário.

Ou seja: até o momento 13 deputados estão registrados para a eleição da Mesa Diretora. A lista se refere às candidaturas avulsas apresentadas até as 19h deste domingo.

A queda-de-braço entre blocão (grupo de 421 deputados que apóia a candidatura de Michel Temer, PMDB-SP) e bloquinho (com 50 nomes) ganhou mais um capítulo hoje depois da denúncia de manobra regimental contra Temer, feita por Aldo Rebelo (PcdoB-SP), Osmar Serraglio (PMDB-PR) e Ciro Nogueira na sexta-feira (30): o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), negou o pedido de impugnação feito pelo bloquinho contra o grupo de Temer. Um dos autores do requerimento, Flávio Dino (PcdoB-MA) já anunciou que apresentará questão de ordem contra a decisão

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cida Ramos quer apoio da bancada federal paraibana contra PEC dos conselhos de classes

Ontem (22), a deputada estadual Cida Ramos (PSB), destacou sua luta dentro da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e junto a bancada federal paraibana na Câmara e Senado para mobilizar…

Ex-vereador de CG tentará carreira política na cidade de Cabedelo em 2020

O ex-vereador de Campina Grande Murilo Galdino (PSB), deverá transferir o seu domicílio eleitoral para a cidade portuária de Cabedelo. Murilo que é irmão do presidente da Assembleia Legislativa, o…