Menos de 48h após determinar a manutenção da liberdade do ex-governador Ricardo Coutinho, a justiça, através de decisão da ministra Laurita Vaz, mandou soltar Coriolano Coutinho, irmão do ex-gestor.

A decisão foi publicada na tarde desta quinta-feira (20).

Conforme movimentação processual, o documento sobre a decisão foi encaminhado para publicação para ser divulgado nesta sexta-feira (21).

No habeas corpus de Ricardo, a sexta turma entendeu que, apesar dos indícios do cometimento dos delitos investigados na Operação Calvário, não estão presentes os requisitos para a manutenção da prisão preventiva de Coutinho, especialmente porque o político já deixou o cargo de governador.

No dia 18, a defesa de Coriolano pediu a extensão do habeas corpus concedido pela sexta turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a Ricardo Coutinho.

CONFIRA A DECISÃO

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Efraim quer desburocratização de créditos e proteção de empregos e empresas

A bancada do Democratas esteve reunida em conferência virtual com o ministro Paulo Guedes, da Economia. Durante três horas, foi feita uma profunda avaliação do cenário econômico do Brasil, as…

Veneziano diz que Senado está empenhado em minimizar efeitos do novo coronavírus

Em sessão remota, o Senador Veneziano disse que Senado está empenhado em minimizar efeitos do novo coronavírus e apresenta projeto para ajudar trabalhadores Ao participar de mais uma sessão remota…