A definição dos membros da a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI dos Combustíveis) seão definidos somente na semana que vem é o que fala o autor da criação da CPI o vereador governista Alexandre Pereira (PHS).

 

Segundo ele, que deseja integrar a comissão, essa definição só deverá ocorrer na semana que vem. “Tenho conversado com companheiros e vamos aguardar que o meu nome participando também. Se isso acontecer, irei cooperar dando meu apoio e sugestões” disse. Alexandre acha que a CPI deverá ouvir primeiramente as distribuidoras de combustíveis, o Procon e por último os postos.

 

A CPI tem como objetivo investigar a política de preços praticada dos combustíveis no município. A comissão vai apurar a denúncia de possível prática de cartel na comercialização dos combustíveis e os preços abusivos praticados na cidade. Entre outras irregularidades, a Casa de Félix Araújo vai investigar se os valores praticados na cidade estão acima da média e se está ocorrendo alinhamento de preços, isto é, cartel.

 

Redação

 

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano consegue 40 respiradores para CG e JP, junto ao Ministério da Saúde

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) conseguiu viabilizar, junto ao Ministério da Saúde, a destinação de 40 respiradores mecânicos para a Paraíba, sendo que 20 serão para Campina Grande…

Covid-19: prefeito Zenóbio Toscano segue internado e quadro de saúde é estável

Afastado da prefeitura de Guarabira desde o mês de maio de 2019 para se recuperar de um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVCI), o prefeito Zenóbio Toscano (PSDB) segue internado, após…