Ao analisar a viabilidade do projeto que prevê a implantação da Emenda Impositiva na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a deputada estadual do PSB e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da ALPB a, Pollyana Dutra elencou motivos pelo qual ver dificuldades na aprovação do projeto na Casa.

“O governador não se negou ao diálogo, mas um dos problemas que vejo para conseguirmos isso são os cortes de recursos para o Nordeste e para a Paraíba, tão badalados no Governo Federal”, disse Pollyana Dutra que também integra o G11.

Integrantes do G11, como o deputado estadual Doda de Tião, do PTB, que recentemente abandonou o blocão e anunciou, sua adesão ao G10, sub-bloco formado por dez deputados dentro da base governista e que agora passará a ser G11, disse que as emendas impositivas vão aproximar ainda mais suas bases políticas às demandas necessárias e esse foi um ponto fundamental para a tomada de decisão da adesão, já que, como é atuante em municípios de pequeno porte, as ações são mais pontuais

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Presidente do PT-CG diz que partido deve ter candidatura própria

O Partido dos Trabalhadores (PT), deve ter candidatura própria em Campina Grande nas eleições deste ano, e encabeçar uma ampla frente em oposição ao candidato a ser apresentado pelo prefeito…

Análise: um diagnóstico dos pré-candidatos a prefeito de João Pessoa, certezas e indecisões

Existe uma máxima que diz: “Antes das eleições os candidatos têm muitos predicados, mas é depois que se conhece o sujeito”. É verdade, pois todos os postulantes a um cargo…