Por pbagora.com.br

Uma das máximas da política e que muitas vezes chega a ser usado como um clichê pela classe é que ninguém é candidato de si mesmo. Essa frase ilustra bem o que tem ocorrido nas hostes tucanas que tem na pré-candidatura do senador Cícero Lucena (PSDB) a inversão total do seu significado. Claro que outro ponto primordial para alguém ser eleito é ter disposição para se candidatar e apresentar o seu nome aos seus aliados. Não resta dúvida que Cícero se apresenta como candidato real.

E pelo menos no meu entendimento, preenche todos os requisitos para ocupar o cargo que postula. Tem experiência administrativa, já foi testado nas urnas em todo o estado, preside o partido que venceu as ultimas duas eleições majoritárias no estado e, claro, é um senador da República.

Mas o que pesa contra ele ser de fato o candidato? Justamente volto a velha máxima, não se pode ser candidato apenas com os atributos descritos anteriormente. É preciso que após a disposição inicial de ser candidato, o agrupamento político a que pertence empunhe a sua bandeira. Aí é que está o xis da questão. O exercito tucano não quer que o general dessa campanha seja o senador. E, repito pra ser candidato é preciso preencher os dois requisitos. Não basta apenas um.

E os motivos que levaram o exército tucano a não querer Cícero como candidato em nada tem a ver com questões de cunho pessoal. É unânime entre o tucanato, o respeito e admiração por ele, inclusive no trato pessoal. Não vi até o momento ninguém criticar o senador a partir de conceitos pessoais.

Porém, também é unânime a opinião de que este não é o momento dele. O cavalo da oposição foi selado para outro general e que, infelizmente, para o senador, trata-se do seu principal adversário político, e é justamente nesse ponto que está o verdadeiro teste de fogo para o grupo político do qual o senador é um dos generais. A sua tropa já se decidiu pelo apoio ao prefeito da capital. Falta Cícero aceitar isso, pois ele já entendeu claro, até porque não é bobo.
 

Notícias relacionadas

Covid-19: secretário alerta para elevação na transmissibilidade na Paraíba

O secretário executivo de Saúde da Paraíba, Daniel Beltramin alertou, durante entrevista nesta sexta-feira (14), para a elevação da taxa de transmissibilidade do novo coronavírus na Paraíba com o consequente…

Bruno publica nessa sexta decreto mais restritivo em Campina Grande

Prefeito de Campina Grande diz que Município se mantém alerta para avançar e recuar no enfrentamento à doença, a depender da curva viral O prefeito Bruno Cunha Lima reuniu, nesta…