Por pbagora.com.br

Maranhão rebate acusações de campanha antecipada: “Se trabalhar e construir é campanha, então acato”

O governador do Estado, José Maranhão (PMDB) rebateu no inicio da tarde desta segunda-feira (28), as acusações do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB) sobre a existência de uma campanha antecipada realizada na gestão do peemedebista. Enfático e direto, o governador Maranhão respondeu:

“Se trabalhar e construir obras é sinônimo de campanha, então eu acato a acusação”, respondeu.

Já com relação às declarações de que o atual governo estaria trabalhando e concentrando forças junto a Justiça eleitoral para tornar o ex-governador tucano inelegível, Maranhão apenas respondeu que o que torna o tucano inelegível são as suas próprias ações e não as forças e articulações políticas.

As declarações do governador José Maranhão foram proferidas durante a assinatura da ordem de serviço para o início das obras do Centro de Convenções de João Pessoa, no canteiro de obras, localizado na rodovia PB–008, Km 5, do Pólo Turístico Cabo Branco, que dá acesso às praias do Litoral Sul do Estado.

Conforme Maranhão, a ordem de serviço é o primeiro passo após longa batalha do atual Governo do Estado, para salvar o projeto do Centro de Convenções das pendências junto ao Tribunal de Contas da União por sobrepreço. Agora, o intuito do governador é reduzir o cronograma da obra para 2010, com intensa contratação de mão de obra e uma otimização do processo construtivo. “Esse projeto é um marco histórico para a Paraíba”, destacou.

A solenidade contou ainda com as presenças do ex-governador Roberto Paulino, os deputados da bancada do PMDB na Assembléia Legislativa e ainda os deputados federais Manoel Junior, Wilson Santiago e Marcondes Gadelha.

Secretários do governo também participaram da solenidade aproveitaram para avaliar os primeiros 180 dias de governo.

Em um breve relato, Maranhão destacou os avanços do governo e mandou um recado para os adversários que criticam a pasta da segurança.

“Os adversários que tentam transferir para o novo governo os problemas que já existiam, ressaltamos que nós tratamos a segurança como prioridade e o que não foi feito em seis anos está sendo feito agora”, disse.

 

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Opinião: isolado no MDB, Nilvan deve migrar para o PSDB a convite de Pedro

Aprendi, desde cedo, que dependendo do caso, somar ou multiplicar é mais viável que subtrair. Então, tendo a chance de trazer uma quantidade maior de números para certa finalidade, como…

Prefeitura de Campina planeja uma grande recepção para Juliette

O resultado que levou a campinense Juliette Freire a ser a primeira campeã paraibana, em 21 edições, do reality show de maior audiência no país, o Big Brother Brasil (BBB),…