INCRÉDULO: Maranhão mantém dúvida quanto a candidatura de Cássio ao Governo em 2014

A candidatura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) ao governo do Estado em 2014, ainda é uma incógnita. Muitos analistas políticos e até juristas garantem que o senador tucano está apto a disputar as eleições. Entretanto, uma corrente defende que CCL ainda tem problemas com a Justiça e por isso, está impedido de refazer o caminho de volta para o Palácio da Redenção.
 

Adversário de Cássio em duas eleições estaduais, o ex-governador José Maranhão, tem dúvida de o tucano poderá mesmo disputar o pleito de 2014. Em contato com a imprensa de Campina Grande, José Maranhão disse que a especulada candidatura do senador Cássio ao governo em 2014 só depende do aspecto judicial.
 

– Cássio quer ser candidato. Resta saber se Cássio pode ser candidato. Se ele tivesse certeza de que pode ser candidato já estaria em plena campanha – comentou Maranhão.
Nas entrelinhas José Maranhão deixou transparecer que não acredita na candidatura do tucano. Alem da questão jurídica, Maranhão disse que Cássio poderá não ser candidato por estar afinado com o governador Ricardo Coutinho.
O ex-governador José Maranhão não crê na possibilidade de uma candidatura do senador Cássio Cunha Lima a governador da Paraíba nas eleições do próximo ano.

Recentemente Maranhão enfatizou que o tucano possui a maior representação política no governo do estado. “No meu entender, Cássio não é candidato. Ele vai apoiar e já está apoiando. Eu não conheço nenhuma declaração de Cássio que não seja apoiando Ricardo Coutinho. Eu não conheço nenhum fato que desautorize a gente a acreditar nisso, porque a presença de liderança política mais característica no governo, qualitativa e quantitativa, é a de Cássio, basta ver a quantidade de secretários de sua indicação no governo”, disse.

O fato é que a candidatura de CCL é incerta e divide os próprios Ministros do STF e TSE. No ano passado o ministro Arnaldo Versiani, do Tribunal Superior Eleitoral, afirmou que Cássio não podia ser candidato a governador em 2014, por causa da Lei da Ficha Limpa.

Versiani disse na época que entendia que, pelo fato de ter sido cassado duas vezes pelo TRE (Caso Fac e uso do jornal A União, na eleição de 2010), o senador tucano não poderia ser candidato, pois estaria atingido diretamente pela Lei da Ficha Limpa.

Só que este ano, um fato novo trouxe de volta as esperanças dos tucanos de reconquistar o Palácio da Redenção. O advogado Johnson Abrantes disponibilizou Um acórdão do Supremo Tribunal Federal em relação ao recurso do próprio ex-governador – onde reconhece o fim de sua pena.
Desta feita, de acordo com as explicações de Johnson, não há nenhum impedimento legal (inclusive a Lei da Ficha Suja) que impeça Cássio de concorrer a qualquer cargo em 2014, inclusive o de governador do Estado.

 

Severino Lopes

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lideranças do PSB pregam diálogo para estancar crise no partido

Lideranças do PSB tentam estancar crise do partido na Paraíba e evitar dissabores nas urnas nas eleições 2020. O líder do governo estadual na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa (PSB),…

PSB Nacional se exime de responsabilidade sobre impasse e esclarece que não houve intervenção

“Não agi direta ou indiretamente para que isso ocorresse”. A declaração é do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, ao negar, em entrevista nesta segunda-feira (19), a tese de intervenção…