Com mais quatro anos de mandato em Brasília, o senador José Maranhão (MDB) deverá reunir os filiados do MDB após o segundo turno das eleições nacionais para avaliar a conjuntura política após o insucesso eleitoral do partido na Paraíba.

Como agremiação sempre presente nos momentos políticos mais importantes da história do Estado, o MDB deve fazer uma autocrítica em breve e iniciar um processo de reestruturação a partir da filiação de novas lideranças.  

Alguns diretórios do MDB que não seguiram a orientação partidária devem sofrer alterações em municípios importantes.

Em 2018, além das baixas votações de José Maranhão ao governo e Roberto Paulino ao Senado, o MDB da Paraíba ainda perdeu a cadeira do deputado federal Benjamin Maranhão, único representante paraibano do partido na Câmara Federal. Na Assembleia Legislativa, o MDB também perdeu o deputado estadual Julys Roberto. 

Apesar da queda significativa na sua votação, o deputado estadual Raniery Paulino conseguiu ser reeleito, restando como único sobrevivente emedebista na Casa Epitácio Pessoa. 

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Imprensa nacional detalha quem é o paraibano apontado como administrador do ‘gabinete do ódio’

Reportagem da imprensa nacional detalhou, nesta quinta-feira (9) quem é o paraibano que foi apontado pelo Facebook como administrador das contas do ‘gabinete do ódio’ que foram derrubadas pela empresa…

Prefeito de Araruna nega ter coagido servidores a participarem de live da gestão

Após um áudio em que supostamente o prefeito de Araruna, Vital Costa, obriga servidores e prestadores de serviço a participarem de lives promovidas pela gestão viralizar nas redes sociais, o…