A Paraíba o tempo todo  |

Manoel Jr. não aceita vantagem de Ricardo

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

A possível vantagem do prefeito Ricardo Coutinho (PSB) sobre o governador José Maranhão (PMDB) em uma disputa para o governo do Estado em 2010 parece que não agradou o socialista Manoel Júnior (PSB).

Em entrevista ao correspondente da Rádio Arapuan FM, em Brasília, o deputado federal disse que os números apresentados pela pesquisa do Instituto Opinião não correspondem à realidade. Conforme o parlamentar, ele encomendou uma outra pesquisa, a nível de observação, nas dez maiores cidades do Estado e constatou outros números.

“Acredito que estes números divulgados na imprensa não corresponderão à realidade do próximo ano, pois nenhuma eleição se define um ano antes, o que se tem hoje é apenas uma expectativa de indicação eleitoral para o governo em 2010”, explicou.

Na entrevista, o parlamentar também disparou contra a estratégia que vem sendo utilizada pelo ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). De acordo com Manoel Júnior, Cássio busca desestabilizar o grupo que elegeu Veneziano e Ricardo Coutinho.

Júnior ratificou que defende a unidade com o governador José Maranhão.


Eleições proporcionais

No que diz respeito aos números divulgados para a sucessão na Câmara Federal, Júnior afirmou que gostou de ser lembrado pela pesquisa do Instituto Opinião, divulgada pelo portal PB Agora, no entanto, julgou a pesquisa precoce.

“Tenho outros números em outra pesquisa que demonstra outros resultados, julgo que qualquer pesquisa a ser realizada neste momento é precoce”, disse.

Para o parlamentar, os números de agora, em grande parte não deverão refletir a realidade do resultado da eleições estaduais.

“Às vezes uma pesquisa faltando um mês não funciona”, advertiu.

O deputado Manoel Júnior foi o nono, na lista dos deputados federais mais lembrados pelo eleitor, com 0,8% na pesquisa do Instituto Opinião.
 

 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe