A Paraíba o tempo todo  |

Manoel Jr prova que denúncia sobre atraso nas contribuições patronais pela Prefeitura de Pedras de Fogo não era fake

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Por não recolher as contribuições patronais dentro do prazo e optar por sucessivos parcelamentos, a prefeitura do município de Pedras pode comprometer as futuras gestões na cidade. Um relatório do processo oriundo de denúncia por parte dos vereadores da oposição atesta o fato.

Ainda no início do mês o pré-candidato à prefeitura de Pedras de Fogo, Manoel Júnior, do Solidariedade, fez uma live justamente para alertar a situação precária em que se encontra o Instituto de Previdência Municipal da cidade, e constatar que a denúncia não se tratava de mera fake news, como alegava a gestão municipal.

Agora, caberá ao Ministério Público protocolar ação penal com base em relatório do TCE que atestam a apropriação Indébita. Segundo o Código Penal, é crime punido com reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, e multa, deixar de repassar à previdência social as contribuições recolhidas dos contribuintes, no prazo e forma legal ou convencional.

CONFIRA OS DOCUMENTOS.

proc_11610_20_relatorio_inicial

 

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      536
      Compartilhe