Por pbagora.com.br

Num tema as deputadas estaduais Camila Toscano (PSB) e Cida Ramos (PSB) concordam, em defender o empoderamento da mulher e serem contra a posição da ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que em uma audiência pública na Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres na Câmara, disse que dentro da sua “concepção cristã” a mulher deve ser submissa ao homem no casamento.

“Eu tenho um pensamento diferente. Eu acho que estamos lutando por uma igualdade e essa igualdade que a mulher está buscando, ela se estande es todos seus aspectos, não só o profissional como também familiar. Eu não vejo sentido para a mulher ser emponderada no mercado de trabalho e em casa ser submissa ao marido por uma questão de fé, eu não vejo que Deus quer que a mulher seja submissa. Nós temos que buscar o empoderamento em todos os sentidos”, disse Camila.

Assim também pensa Cida, onde para a deputada as declarações da ministra Damares vêm seguidas das péssimas notícias do governo Bolsonaro, a exemplo do anúncio sobre salário mínimo e da queda de popularidade do presidente. “No tocante a declaração em si, só posso dizer que a ministra tá muito atrasada, a luta de emancipação das mulheres tem mais de um século e avançou apenas na conquista de direitos, como na formação das famílias”, disse.

Ainda segundo Cida a declaração da ministra encontra-se totalmente deslocada do atual estágio de evolução da sociedade brasileira e do que homens e mulheres estabeleceram como uma relação sadia de afeto, de convivência, respeito e construção coletiva. “Lamentável que a ministra olhe sempre para trás, isso a impede de traçar um plano de ação e projetos reais, verdadeiros e eficientes para justificar a existência do ministério. Uma pena que ela não tenha nada a contribuir com a sociedade brasileira”, afirmou a socialista.

Entenda

Damares deu a declaração durante audiência pública na Comissão de Defesa dos Direitos das Mulheres na Câmara. Ela foi questionada pela deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) sobre se a mulher deveria ser submissa ao homem. Damares então afirmou que, dentro da doutrina cristã, o homem é o líder do casamento.

“Dentro da doutrina cristã, sim. Dentro da doutrina crista, lá dentro da igreja, nós entendemos que um casamento entre homem e mulher, o homem é o líder do casamento. Então essa é uma percepção lá dentro da minha igreja, dentro da minha fé”, declarou Damares.

VÍDEO: Damares defende submissão das mulheres aos homens

 

Redação

 

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

OUÇA: Jackson Macêdo vê tentativa de livrar Moro em decisão de Fachin

Presidente do PT na Paraíba, Jackson Macêdo se manifestou sobre anulação das condenações do ex-presidente Lula no âmbito da Lava Jato. A decisão é do ministro Edson Fachin, relator da…

Câmara de João Pessoa volta às sessões remotas por conta do avanço da covid-19

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) passará a ter sessões e reuniões de comissões de apenas remotas a partir desta terça-feira, 9. A medida foi adotada pelo presidente da…