Após o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, cujo partido é o PSDB, declarar apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), agora foi a vez do senador Raimundo Lira (PSD) também tornar público seu apoio ao capitão.  A adesão foi divulgada em entrevista realizada na tarde desta sexta-feira (5) em emissora de rádio na Capital paraibana.

Ex-MDB, Raimundo Lira afirmou que Jair Bolsonaro vem sendo injustiçado e que refletiu muito antes de tomar esta decisão. "Eu pensei bastante, avaliei e decidir meu apoio. Diziam que era contra mulher, índio, negros, mas só diziam isso porque não poderiam dizer que ele é corrupto, que é o principal assunto dessa eleição", declarou.

Para Lira, as manifestações contra o capitão só fizeram alavancar sua campanha. "As pessoas perceberam que ele estava sendo injustiçado. Pensei no Brasil, na democracia, não tenho nada contra os outros, mas acho que foi a opção correta", disse.

 

PB Agora
Foto: reprodução/twitter

 

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian ironiza facada de Bolsonaro e diz que partido virou máquina milionária

Um áudio vazado de uma reunião entre membros do PSL de Aracaju (SE) com a presença do vice-presidente nacional e presidente da sigla na PB o deputado federal Julian Lemos…

Contribuição de Ruy ao Médicos pelo Brasil é abordado no Correio Braziliense

Em artigo publicado no jornal Correio Braziliense, o deputado federal paraibano Ruy Carneiro – que foi presidente da Comissão de criação do programa Médicos pelo Brasil -, fez um balanço…