O ex-vereador e ex-deputado estadual Raoni Mendes (DEM)  lançou em definitivo seu nome a  pré-candidato a prefeito  de João Pessoa. Eleito vereador mais votado da Capital no pleito de 2012, obtendo 7.832 votos, ele anunciou em suas redes sociais, na manhã desta segunda-feira (9), que buscará dentro da sua sigla partidária consenso para seu nome ser efetivado como  postulante da agremiação nas eleições de 2020.

Em vídeo com duração de três minutos e onze segundos, Raoni Mendes observa que João Pessoa necessita sair do que classificou como sendo “gangorra política”. Em outras palavras, as antigas práticas político-partidárias. “Implementar inovação no engessamento das pessoas que não querem pensar diferente, ou querem manter o status quo, não é fácil”, salienta o pré-candidato no filme.

Sobre o modelo de inovação, Raoni Mendes observa a importância da governança digital para o futuro de João Pessoa. Ou seja: o setor público utilizar tecnologias da informação e comunicação com objetivo de melhorar a informação e a prestação de serviços.
Ainda sobre a governança digital posta como uma das plataformas de gestão do pré-candidato, reside o incentivo à participação dos cidadãos no processo de tomada de decisão, tornando o governo mais responsável,  transparente e eficaz.  E nessa esfera ampla para a condução de uma cidade, Raoni Mendes aparece como o único a sugerir esse formato inovador e democrático para gerir a Capital paraibana.

Soluções e desafios

Sendo ele ligado aos movimentos católicos da cidade que nasceu, qual seja; João Pessoa, Raoni demonstra seu perfil conservador-liberal,  e aponta outras soluções para a melhoria da qualidade de vida dos que habitam na Capital, olhando para a periferia,  incluindo-a no dia a dia pessoense.
“Cuidar da saúde, para que lá nos postos de saúde não faltem medicamentos simples. Cirurgias não passem seis, um ano e meio para serem feitas nos cidadãos. Que não se tenha fila do osso, fila de pedra, filas de tantas cirurgias” é um dos desafios relatados pelo pré-candidato do Democratas.

Tecnologia a serviço do povo

Continuando seu perfil de interatividade entre tecnologia, gestão e cidadania, Raoni Mendes lembra um “gargalo” que sufoca as cidades de médio e grande porte. E essa problemática está centrada na mobilidade urbana.
A proposta de Raoni é que a cidade se conecte no transporte de mobilidade, “seja ele ônibus, seja ele patinete,  seja ele bike, seja ele carro. Vamos mudar, o que precisa mudar. Vamos fazer o que precisa ser feito”.

Por fim, o ex-parlamentar diz que chegou ao mundo da política com aquilo que absolveu ao longo da sua caminhada cristã, para observar em seguida que João Pessoa necessita ser uma cidade plural, dando voz e vez ao povo, respeitando os pensamentos diferentes, para que se tenha, de fato, políticas públicas que beneficiem a sociedade como um todo.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Taciano Diniz diz que continuará neste ano a priorizar ações de saúde e qualidade de vida

Em depoimento via sua assessoria o deputado estadual Taciano Diniz (Avante) disse, em entrevista anteontem, que passou todo o primeiro ano de mandato priorizando ações na área de saúde e…

Presidente do Podemos assume liderança da bancada de oposição na CMCG

A bancada de oposição na Câmara Municipal de Campina Grande tem um novo líder. O presidente do Podemos, vereador Galego do Leite que volta a comandar a bancada oposicionista na…