A Paraíba o tempo todo  |

Mais respeito por Campina!

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Campina Grande merece respeito. A Secretaria Estadual de Interiorização foi criada justamente para dar a Campina Grande a dimensão que ela merece. Lá são arquitetadas e amadurecidas as ações do governo estadual para o município e todos os demais. Não é uma Pasta qualquer. Ela tem importância política e prática. Só quem não enxerga o poderio campinense irradiador Estado adentro é capaz de debochar da finalidade daquela Secretaria.

Não vou falar sobre o convite e desconvite do governador Maranhão a Guilherme Almeida. Meu colega Luis Tôrres já analisou brilhantemente a situação do político em mais de um artigo. Vou me ater simplesmente à questão do desprestígio que o governador, com essa brincadeirinha de provocar o prefeito Ricardo Coutinho, vem impingindo a Campina Grande.

A reação dos campinenses a uma das coluna de Torres foi mais um sinal de que com campinismo não se brinca. Foram vários os comentários dos internautas defendendo a dignidade de Almeida e atacando Maranhão pelo descaso. Sobrou também para Ricardo Coutinho, que quer impedir a nomeação do deputado para a Secretaria. Alguns diziam que, se Maranhão não nomear Almeida, darão o troco em 2010. E ninguém pense que é blefe. Campinense não blefa. Diz o que pensa, vota em quem achar que deve votar e pronto.

Maranhão precisa repensar seu projeto para Campina. Não basta ter um prefeito aliado e fiel. Ele tem que pavimentar sua estrada rumo à conquista dos corações campinenses (pense numa missão impossível!), se quiser mesmo vencer a reeleição para governador. Maranhão já não tem uma boa imagem por lá. É amparado por Veneziano Vital e ajudado, na medida do possível, por Ney Suassuna, que também não está com essa bola toda por aquelas bandas.

Mas, até agora, Maranhão tem esnobado Campina Grande. Como se Veneziano, por si só, fosse capaz de lhe garantir os votos dos conterrâneos. Ora, Maranhão já teve tempo de sobra de prestigiar a cidade e não o fez. O que garante que o fará agora?

Um amigo da coluna, a quem sempre consulto sobre as coisas de Campina Grande, enumerou, a meu pedido, o que Maranhão fez e deixou de fazer por lá:

    1- massacrou os servidores públicos a ponto dos funcionários e professores da UEPB precisarem fazer greve de fome;

    2- não atendeu às reivindicações da UEPB, sequer recebeu em audiência;

    3- não investiu na Polícia, mantendo delegados comissionados;

    4- retirou o ICMS de Campina;

    5- construiu Camará de forma apressada e equivocada a ponto de causar um desastre;

    6- engoliu o dinheiro da BR-230;

    Atualmente:

    1- faz mais de um mês que assumiu e está mais perdido que cego em tiroteio.

    2- exonerou a todos os comissionados de Campina e ainda não formou sua equipe.

    Vai esnobando, Maranhão, vai esnobando…
 

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe