Por pbagora.com.br

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio (PTB), disse nesta segunda-feira (25) que a maioria governista no Senado deve ficar com a relatoria e a presidência da CPI da Petrobras. Múcio conversou com jornalistas após um encontro do presidente Lula com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

“O modelo que eu vi no Senado esses anos todos, principalmente no governo passado, é que a maioria sempre escolhia a presidência e a relatoria”, afirmou. “Tenho uma tese minha, pessoal, que é de que todas as outras CPIs da história da República, onde a minoria tem o direito constitucional de requerer uma CPI, cabe à maioria, através do voto, exercer a maioria e escolher os seus membros.”

O ministro negou que Lula e Calheiros tenham discutido nomes para a comissão. “Não se falou em nomes. Isso vai depender absolutamente dos líderes no Senado. Vão-se obedecer aos mesmos ritos que foram obedecidos até hoje”, disse. Segundo Múcio, Lula e Renan conversaram sobre a “preocupação” de que a CPI crie “problemas” aos investimentos da empresa.

Antes do encontro entre o presidente e o senador, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, teve uma audiência com Lula.
 

 

 

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veja a agenda dos candidatos à Prefeitura de Campina Grande nesta quinta-feira

Os postulantes à Prefeitura de Campina Grande participam nesta quinta-feira (29) de gravações de guia, visita aos bairros e inauguração de comitê. Ana Cláudia (Podemos) 9h – Faz visita ao…

Wilson Filho lança Cartilha para orientar população sobre atribuições dos vereadores

Com o objetivo de garantir à população informações para melhor escolher seus representantes nas eleições deste ano, o deputado estadual Wilson Filho (PTB) lança nesta quarta-feira (28) a ‘Cartilha de…