Durante entrevista a uma emissora de rádio paraibana na tarde desta segunda-feira (20), o presidente nacional do PDT, Carlos Luppi negou convite para o governador da Paraíba, João Azevêdo (sem partido)  ingressar nos quadros do partido.

Entretanto, Luppi admitiu que a legenda tem interesse em contar o governador no partido.

O presidente da sigla frisou que caso a articulação seja feita, ocorrerá por intermédio de Lígia Feliciano, vice-governadora, já que seu contato com Azevêdo é direto.

“Se ela está com ele o diálogo é direto. Não tive conversa com ele. Nós temos uma vice governadora e o convite será feito por ela caso haja interesse de ambos nesta filiação. Temos respeito, diálogo e não vou passar por cima de ninguém. Tem que verificar se Azevêdo quer”, declarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian se dispõe a bancar tornozeleiras dos investigados da Calvário

Após tomar conhecimento de que as tornozeleiras eletrônicas estariam em falta na Paraíba e que, por esse motivo, os investigados da Calvário poderiam ficar sem o equipamento, mesmo com decisão…

PTB-PB vai intensificar pré-candidatura na capital depois do carnaval

Ao se pronunciar sobre o recente lançamento da pré-candidatira a prefeitura de João Pessoa, a direção estadual da sigla relatou sobre esse assunto que apósas festas carnavalescas é que a…