O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva se isentou de tecer comentários sobre a possível prisão dos envolvidos no mensalão pelo Superior Tribunal Federal (STF). Em visita ao Mato Grosso do Sul para conversar com lideranças e mostrar apoio à candidatura do senador Delcídio do Amaral (PT) ao governo do Estado, Lula afirmou que preferia "não comentar qualquer decisão da Suprema Corte".

 

Lembrando que indicou nomes de "vários" ministros que hoje atuam no STF, o ex-presidente afirmou que não vai falar nada a respeito do esquema de propina "enquanto não terminar a votação".

 

No entanto, sinalizou que após a sentença final, irá falar sobre sua percepção do julgamento. "Eu tenho dito pra todo mundo: quando terminar toda votação sobre o mensalão, aí eu quero falar algumas coisas que eu penso a respeito disso". Lula ressaltou ainda que sempre respeitou as decisões do Supremo enquanto presidente e o continuará fazendo enquanto "cidadão brasileiro". "Quando tomar a decisão, estará tomada a decisão".

D24am

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Meta é trabalhar: João diz que ainda não pensou em um possível segundo mandato: “Não é minha meta agora”

Ainda é muito cedo para que o governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) possa pensar em uma possível reeleição. Marinheiro de primeira viagem, o gestor exerce o seu primeiro mandato…

Veneziano representa o Senado em evento de Turismo realizado em João Pessoa

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB) esteve nessa sexta-feira (18), ao lado do governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), participando da abertura da 9ª edição do JPA Travel Market,…