BRIGA INTERNA: Luiz Couto diz que reeleição do atual diretório estadual será a morte do PT e não teme retaliações



Definitivamente, o PT da Paraíba está novamente em pé de guerra. Simpatizante indisfarçado do governador Ricardo Coutinho (PSB), contrariando a posição da direção estadual do Partido dos Trabalhadores, o deputado federal Luiz Couto (PT), afirmou que o partido precisa tomar um novo rumo na Paraíba, mudando inclusive, os dirigentes.

Único deputado do PT paraibano na Câmara Federal, Couto é contra a atual gestão petista, e declarou em entrevista e imprensa de Campina Grande, que a reeleição do atual diretório estadual “será a morte do PT”,

– Acreditamos que a militância do partido não vai se deixar interferir. A pressão existe como promessas de emprego na Capital. Mas o voto é secreto e tenho certeza de que não deixarão que a diretoria do nosso partido continue nesse marasmo. O candidato oficial disse que irá dar continuidade a essa direção, mas se isso acontecer, será a morte do PT – declarou o parlamentar.

Mais uma vez o deputado deixou claro que foi contra a determinação do presidente do Partido dos Trabalhadores no Estado da Paraíba, Rodrigo Soares, que orientou aos filiados que ainda mantém cargos no Governo do Estado, que entreguem os postos. Rodrigo advertiu a Couto que ele precisa entregar os cargos que indicou no Governo RC, sob pena dos petistas serem expulsos do partido. O deputado rebateu, afirmando que a indicação dos cargos não foi dele, mas “do governador Ricardo Coutinho”: “Eu apenas fui consultado sobre os nomes, mas a nomeação é ato exclusivo do governador.”

Questionado se seu bom relacionamento com o governador Ricardo Coutinho poderá influenciar nos resultados da eleição, Couto afirmou que avalia como positiva sua ligação com o governo do Estado. Também deixou transparecer que não teme retaliações em 2014 quando deverá disputar o seu terceiro mandato de deputado federal.
– Nós, que queremos construir um partido que tenha uma relação profunda com os movimentos sociais, devemos manter uma boa relação com o governo, porque nossa obrigação como parlamentares é cuidar do desenvolvimento do Estado – pontuou.

Luiz Couto afirmou ainda que o maior objetivo a nível nacional da legenda é a reeleição da presidente da República, Dilma Rousseff, e que por isso o blocão PP-PSC-PT encontra-se ameaçado, já que o PSC deve apresentar candidatura própria para presidência.
O problema é que a postura de Couto contraria também a direção nacional do Partido dos Trabalhadores, que já deixou claro que PT deve ceder cabeça de chapa na disputa pelo Governo do Estado ao PMDB paraibano.

PBAgora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João realiza visitas técnicas e anuncia investimentos em Alhandra

O governador João Azevêdo realizou, neste sábado (19), visitas técnicas às obras de construção de uma unidade escolar e do Centro de Distribuição do Magazine Luiza, no município de Alhandra.…

MPF pede quebra de sigilo bancário de ex-prefeito no âmbito da Operação Andaime

No âmbito da Operação Andaime, deflagrada em 2015, o Ministério Público Federal (MPF) solicitou a quebra do sigilo bancário e fiscal do ex-prefeito de Santa Cruz (PB), Raimundo Antunes. De…