Apesar do líder da situação, deputado Ricardo Barbosa (PSB) ter dado praticamente como certa a vinda de Manoel Ludgério (PSD) para a base governista durante declarações nessa quarta-feira (03), Ludgério declarou, já nesta quinta-feira (04), que segue na sua linha independente.

Ricardo Barbosa, alegou ontem que o PSD integra a base de situação e por isso, disse acreditar que em breve período Ludgério estaria fazendo parte da base.

Por sua vez Ludgério rejeitou a pecha de situação.

"Fui eleito pela oposição e votei em Lucélio Cartaxo nas eleições passadas, mas o PSD está nessa composição como forma de fortalecimento e de presença em importantes comissões da Casa. Tenho uma relação boa, com todos, mantendo minha linha de independência, norteando o mandato, pela minha consciência e em sintonia com a sociedade”, argumentou o deputado do PSD.

Segundo a mais recente edição do Diário do Poder Legislativo, PSB, Podemos, PC do B, PSD, Rede e PTB integram a base do governador João Azevêdo. A outra formatação é com o Avante, PPS, PRB, DEM e PR e a bancada de oposição é formada pelo PSDB, PSC, PSL, PRTB, PP, Patriotas e MDB.

Redação

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Julian reforça crítica a Bolsonaro por apoiar ato contra Congresso

Após criticar o ato convocado pelo presidente Jair Bolsonaro, previsto para o dia 15 de março, onde o presidente defende o fechamento do Congresso, o deputado estadual paraibano Julian Lemos…

Pós-folia os pré-candidatos paraibanos devem focar nos prazos eleitorais e convenções

Como se diz “Tudo no Brasil, começa após o carnaval”, essa máxima também é levada a política, onde os pré-candidatos nas eleições devem dar o start oficial as suas pretensões…