Eleito pela oposição par a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nas eleições de 2018, o deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), que alega ser independente na Casa opinou sobre a crise instalada dentro do PSB paraibano. Ludgério defende que essas divergências entre o ex-governador Ricardo Coutinho e o atual governador João Azevêdo, ambos do PSB sejam brevemente superadas.

Apesar de alegar que não compete a se opinar sobre crise noutra legenda que não seja a sua, o deputado do PSD, disse que uma coisa boa que poderia acontecer era que as pessoas envolvidas nessa crise acabassem de uma vez por todas com esse negócio de rompe ou não rompe porque quem está perdendo com isso é a população. “A Paraíba, de certa forma, está paralisada, pois o que toma conta do noticiário é somente essa crise”, disse.

Ludgério afirmou ainda que todos os paraibanos desejam é que tudo isso cesse, se resolva de uma vez por todas, porque somente assim o governador João Azevêdo terá mais tempo de se dedicar exclusivamente aos assuntos administrativos. “E quem ganhará com isso nem será ele nem o PSB em si, será a população”, finalizou.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Racha? Integrante do G11 descarta qualquer tipo de oposição a João Azevêdo

Presente a um evento da agenda administrativa do governador João Azevêdo (Cidadania) nesta segunda-feira (17), a deputada estadual Pollyana Dutra (PSB) aproveitou para mandar um recado aos colegas do G11,…

Secretário diz que impeachment de João é desejo de meia dúzia

Novo secretário chefe de Governo do Estado, o deputado licenciado Júnior Araújo (Avante), durante entrevista nesta segunda-feira (17), tratou como remota a possibilidade de um impeachment do governador João Azevêdo…