O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), sancionou a lei que proíbe o uso de cerol nas linhas de pipas. O projeto de autoria da vereadora Raíssa Lacerda (PSD) foi aprovado no início de setembro pela Câmara Municipal e a sanção foi publicada no semanário oficial da prefeitura divulgada nesta terça-feira (15).

O projeto foi apresentado após a morte de uma professor, vítima de uma linha de cerol, no dia 26 de agosto, quando estava em uma motocicleta. De acordo com o texto da lei, caso crianças e adolescentes sejam flagrados portando linha com cerol, serão encaminhados ao Conselho Tutelar.

A lei estabelece também que o poder Executivo municipal fica autorizado a fazer parcerias com o governo do estado para que as polícias Civil e Militar atuem na fiscalização.

Quando foi apresentando na Câmara o projeto de lei foi aprovado por unanimidade. Na época, a vereadora Raíssa Lacerda disse que o objetivo era que a medida servisse de exemplo para implantação de leis similares em outros locais.

 

Com JPOnline

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PL de Vené proíbe taxa diferenciada por curso em inscrição para vestibular

Comissão do Senado aprova projeto de Veneziano que proíbe taxa diferenciada por curso, em inscrição para vestibular A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal (CE) aprovou o…

Senado discute reforma tributária e Aguinaldo deve apresentar relatório até 08/10

O Senado começa a discutir a reforma tributária nesta segunda-feira (19), quando a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) realiza audiência pública com especialistas no assunto. A reunião foi  solicitada…