O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), sancionou a lei que proíbe o uso de cerol nas linhas de pipas. O projeto de autoria da vereadora Raíssa Lacerda (PSD) foi aprovado no início de setembro pela Câmara Municipal e a sanção foi publicada no semanário oficial da prefeitura divulgada nesta terça-feira (15).

O projeto foi apresentado após a morte de uma professor, vítima de uma linha de cerol, no dia 26 de agosto, quando estava em uma motocicleta. De acordo com o texto da lei, caso crianças e adolescentes sejam flagrados portando linha com cerol, serão encaminhados ao Conselho Tutelar.

A lei estabelece também que o poder Executivo municipal fica autorizado a fazer parcerias com o governo do estado para que as polícias Civil e Militar atuem na fiscalização.

Quando foi apresentando na Câmara o projeto de lei foi aprovado por unanimidade. Na época, a vereadora Raíssa Lacerda disse que o objetivo era que a medida servisse de exemplo para implantação de leis similares em outros locais.

 

Com JPOnline

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Análise: clã Cunha Lima inicia “ensaio” para voltar ao Governo da PB com Pedro

O protagonismo político do clã Cunha Lima na Paraíba foi, de certa forma, sepultado com a amarga derrota do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) que, no pleito de 2018, em…

João Azevêdo faz balanço dos primeiros nove meses de gestão

O governador João Azevêdo fez, nesta segunda-feira (14), um balanço dos primeiros nove meses de gestão, destacando ações em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura. A inauguração do Batalhão…