O novo presidente estadual do PSL, o vereador Lucas de Brito, declarou que a saída do deputado e ex-presidente da legenda, Tião Gomes, dos quadros do partido, não é um problema, pelo contrário, o vereador avaliou a saída como positiva.

“O deputado quando sai do aprtido contribui para que vários candidatos medianos voltem a enxergar competitividade do PSL  e até sinalizem o desejo de retornar. Nós não enxergamos problema em que os eventuais seguidores de Tião Gomes o acompanhem na decisão de sair do partido” declarou.

O vereador ainda criticou o que de acordo com ele seria uma falta de estrutura partidária, herança da presidência de Tião.

“Lamentamos que ao longo de doze anos a nossa agremiação só tenha a preço de hoje registrados oito diretórios no TRE e em razão disso sequer tenha podido realizar as suas convenções estaduais” pontuou.

 

Lucas de Brito assumiu a presidência do PSL após a executiva nacional destituir o deputado Tião Gomes do cargo que já ocupava há 12 anos. Por sua vez Tião se diz traído por Lucas, a quem teria dado apoio quando nem sequer fazia parte dos quadros do PSL.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Galdino faz apelo ao MP por mais tempo para gestores extinguir lixões

Em recente entrevista à imprensa o presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) deputado Adriano Galdino (PSB), assumiu o apelo dos prefeitos do Litoral Norte do Estado, que alegando falta…

2020: deputado aliado de João defende a unificação da oposição em CG

Pré candidato a prefeito de Campina Grande, o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB), defendeu, nesse fim de semana, a unificação da oposição para enfrentar o candidato a ser apresentado pelo…