O vice-presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado Federal (CAE), Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) confirmou nesta terça-feira (10) que o prazo final para que sejam apresentadas as emendas ao projeto do Plano Plurianual (PPA) para o período 2016-2019, dentro da comissão, é esta quarta-feira, dia 11 de novembro.

Segundo Lira, a análise das emendas propostas pelos membros das comissões permanentes do Senado ao projeto do Plano Plurianual (PPA) para o período 2016-2019 começou nesta terça. Cada colegiado faz o seu conjunto consolidado de propostas e o envia para a Comissão Mista de Orçamento (CMO), onde se encontra o PPA.

A Comissão de Assuntos Econômicos é uma das quatro comissões permanentes do Senado que, na última sexta-feira (06), abriram prazo para que seus membros apresentem as emendas. De acordo com o vice-presidente da CAE, ainda não está definida a data para a apreciação das emendas, “mas o prazo para que elas sejam apresentadas se encerra amanhã (11)”, alertou Raimundo Lira.

Em conjunto com os demais senadores, Lira aproveitou para reafirmar seu compromisso de diálogo permanente com a sociedade civil, que será garantido em todas as etapas de elaboração do PPA, dentro da CAE. Para ele, é fundamental avançar na discussão com os representantes da sociedade, desde a dimensão estratégica do plano plurianual, até a elaboração dos orçamentos a cada ano.

Raimundo Lira garante que vai estar presente desde a primeira etapa de elaboração do PPA 2016-2019, pois lembra que o objetivo é dialogar com todos os segmentos envolvidos para fazer com que as políticas públicas sejam, de fato, decorrentes das discussões realizadas e compatíveis com as estratégias e metas estabelecidas para os próximos quatro anos.

 

 

Ascom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo sinaliza apoio a Dr. Érico para as eleições em Patos

Pré-candidato à prefeitura da cidade de Patos, o deputado estadual de primeiro mandato, Doutor Érico (Cidadania) que em março deste ano, em entrevista ao PB Agora, destacava que sonhava em…

Bolsonaro precisa fazer eletrocardiograma todo dia por uso da cloroquina

Apesar de garantir que está “perfeitamente bem” no tratamento contra a covid-19, por tomar doses de hidroxicloroquina, o presidente Jair Bolsonaro precisa de avaliações cardiológicas devido ao uso do medicamento.…