Por pbagora.com.br

As lideranças políticas do PROS na Paraíba reuniram-se para tratar sobre mudanças no comando do partido no Estado, no último mês de julho e a reunião aconteceu sem a presença do presidente estadual da legenda, Moisés Araújo. Essa  ausência, ocasionou uma intervenção nacional, e a sigla deve formalizar sua mudança nos próximos dias.

 

O Partido Republicano da Ordem Social (Pros) enviou uma documentação da cúpula nacional da legenda para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) para efetivar a mudança. A informação foi publicada pelo jornalista Heron Cid nesta segunda-feira (21). A ex-candidata ao senado Leila Fonseca acreditava, desde o mês de julho, que o PROS viveria uma intervenção após a ausência do presidente na última reunião do partido. Nesta segunda, ela disse que ficou surpresa com a decisão. 

 

O presidente interino do partido será o Coronel Coutinho e o vice Leal. Leal  é assessor do deputado estadual e secretário de representação governamental em Brasília, Lindolfo Pires (DEM). Com essa ligação, fica mais próxima a possibilidade de Lindolfo deixar o DEM para presidir o PROS na Paraíba.

 

A articulação vitoriosa tem sido feita pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), e o ex-deputado Major Fábio, deve dar seu posicionamento, se sai ou fica no Pros, nos próximos dias.

 

Redação

Notícias relacionadas

Comissão da ALPB aprova Política de Saúde Mental para órfãos devido à pandemia

A Comissão de Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quarta-feira (12), a Política Estadual de Atenção Social e Saúde Mental…

Atuação da penitenciária Júlia Maranhão é elogiada por deputado: “Política de respeito”

Em visita institucional  como Presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da ALPB, à Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em João Pessoa, o deputado Estadual Anísio Maia (PT) gostou do…