“Não me compete fazer esse juízo de valor”. A declaração foi dada hoje, terça-feira (23), pelo líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Barbosa, ao evitar polemizar a saída de um dos advogados da defesa da ex-secretária Livânia Farias, que segue presa no âmbito da Operação Calvário.

O parlamentar deixou claro que, até que se prove o contrário, o parlamento estadual, ou seus parlamentares, não têm envolvimento algum com o tema. Barbosa deixou claro ainda que não é parte no processo e que qualquer questionamento sobre o processo deve ser dirigido ao Governo ou as partes envolvidas.

“Não me compete fazer esse tipo de juízo, essa é uma ação que está no âmbito da justiça, do MP, e até que se prove o contrário não tem nenhuma inferência no Poder Legislativo, não sou parte, não sou advogado, não tenho nada a ver, a Casa não tem nada a ver, portanto essa posição tem que ser questionada ao Governo do Estado e as partes, a Assembleia está fora disso”, ressaltou.

 

PB Agora

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Ricardo Coutinho não se aproximará de Cartaxo, pois o antagonismo de ideias sepulta relações políticas

E permanece assim: “Que nenhum homem bom deve mentir”. Dessa forma, o filósofo católico Santo Agostinho, em sua obra intitulada “Sobre a Mentira”, asseverou com a mais pura razão o…

Deputada progressista anuncia apoio a João e rasga elogios ao gestor

A base que dá sustentação política ao governador João Azevedo (PSB) na Assembleia Legislativa, vai ser ampliada. A deputada Drª Paula do PP anunciou nesta terça-feira (17) que vai apoiar…