Por pbagora.com.br

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o deputado Ricardo Barbosa desmentiu nesta terça-feira (19) a noticia veiculada em alguns blogs da capital que trouxeram que estaria em curso na Capital paraibana uma busca e apreensão nas residências do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e na residência do secretário de Planejamento do Estado Wadson de Sousa.

A busca atribuída ao Grupo de Operações Especiais de Combate à Corrupção (GAECO) foi desmentida por Ricardo Barbosa, que disse que momentos antes de tomar conhecimento dessa matéria em alguns blogs, estava conversando com a esposa de Waldson  que desmentiu o fato.

“Eu quero dizer aos paraibanos que nos escutam  que é mentira a informação de que há nesse instante uma busca e apreensão na casa do ex-governador Ricardo Coutinho e do secretário Wadson. Essa notícia quando me chegou já causou estranheza pois estava conversando a pouco com a esposa de Waldson”, disse Barbosa.

O líder do Governo disse também a as assessorias jurídicas de ambos citados na matéria vão processar os autores da matéria. “O que eu defendo é a plenitude do estado de direito. É absolutamente desprezível o papel de quem deve cumprir  de  informar bem a população e que de forma irresponsável atende interesses mesquinhos propaga uma noticia dessa. Portanto nosso repúdio aos blogs que publicaram essa notícia”, afirmou.

 

Redação

 


Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Manoel Jr assegura a reitor doação de terreno para construção do IFPB em Pedras de Fogo

O prefeito de Pedras de Fogo, Manoel Junior, se reuniu, nessa sexta-feira (15), com o reitor do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), Nicácio Lopes, para debater os avanços e as…

Julian Lemos crítica Bolsonaro: “O homem que está no poder, não é o que elegemos”

O deputado federal Julian Lemos, do PSL, usou seu perfil numa rede social para para fazer um desabafo a respeito do presidente da República, Jair Bolsonaro. Na postagem, Julian critica…