Por pbagora.com.br

Nesta quarta-feira (12), o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Ricardo Barbosa (PSB), falou sobre a apreciação que os deputados farão da instalação da Fundação PB Saúde, que foi barrada nessa terça na CCJ e segue para debate em plenário.

Segundo o entendimento de Barbosa, a fundação é fundamental para a área da Saúde já que João Azevêdo extinguiu o papel das Organizações Sociais na gestão dos hospitais e Upas no estado.

O parlamentar declarou ainda que o debate servirá como um teste de coerência e de compromisso dos parlamentares não com o governo, mas com a Paraíba e os paraibanos.

“Não creio que isso possa se configurar como um teste para o governo, mas como um teste de coerência parlamentar para aqueles que se dizem enquadrados, deputados da base governista. Nós vivemos hoje um cenário caótico, crítico sobre todos os aspectos e inclusive moral na área da saúde em decorrência do modelo pré-existente e o governador João Azevêdo em oportuna hora com coragem, audácia e determinação, propõe a extinção das organizações sociais para controle da saúde e opta por um modelo interno inclusive adotado pelo governo federal e eu não esperava que houvesse contestação nem da oposição, imagine da base aliada. Mas acho que esse seja um teste de coerência e de compromisso não com o governo mas com a Paraíba e os paraibanos notadamente” concluiu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

BLACK FRIDAY: Wilson Filho alerta consumidores sobre fraudes

O deputado estadual Wilson Filho (PTB), presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Consumidor, deu dicas aos os consumidores para que tomando algumas precauções, evitem cair em fraudes nesta sexta-feira…

Rede Sustentabilidade nega que esteja apoiando Nilvan Ferreira no 2º turno

Nesta sexta-feira (27), o partido Rede Sustentabilidade divulgou nota negando que esteja dando apoio à candidatura de Nilvan Ferreira, do MDB, no 2º Turno em João Pessoa. A sigla disse…