Por pbagora.com.br

Embalado pela crise que veio do PSB paraibano e com a união das forças políticas que veio para combater a pandemia do novo coronavírus, o líder do prefeito Luciano Cartaxo (PV) na Câmara Municipal de João Pessoa, Milanez Neto (PTB) fez um novo aceno político para o governador João Azevêdo (Cidadania) que remete a uma possível composição do chefe do executivo estadual com a gestão municipal com vistas às eleições 2020.

Apesar de garantir que ambos prefeito e governador estão focados neste momento no combate ao Covid-19, destacando que o assunto eleição municipal, desde o início da pandemia, sequer é citado nas conversas deles. “Em nenhum instante a gente vem dialogando sobre eleição, ou sobre nomes, partidos e chapas”, o líder de Cartaxo rasgou eleogio a atitude de ambos, no que tange à união para tratar do enfrentamento à covid-19. “Estão dialogando, mas não politicamente. Os dois têm dado uma demonstração forte de como se faz a boa política”.

Essa não é a primeira vez que Milanez deu acenos positivos a essa aproximação política, em outubro de 2019, o vereador já dava declarações semelhantes. “Quem tiver a vontade e o desejo de ajudar a cidade de João pessoa e ajudar na continuação desse projeto, que vem sendo desenvolvido pelo prefeito Luciano Cartaxo, será bemvindo. Seja ele João, José ou Maria”, alertou o parlamentar. Milanez acrescentou ainda: “Qualquer pessoa que possa tratar a prefeitura como vêm sendo tratada a cidade de João pessoa é bem vindo”.

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Agenda de candidatos a prefeito de João Pessoa tem intensa atividade nesta sexta

A agenda dos candidatos a prefeito de João Pessoa tem intensa agenda nesta sexta-feira (30). Caminhadas, entrevistas, encontros e gravação para o guia eleitoral marcam a agenda dos prefeitáveis da…

PB Agora/Datavox: Jarson lidera disputa em Nova Floresta com 60,9%; Gilson tem 18,9%

O prefeito e candidato à reeleição Jarson do Pastor, do Cidadania, lidera as intenções de voto na disputa pela prefeitura de Nova Floresta, com 60,9%. Já Gilson Borges, do MDB,…