Por pbagora.com.br

Após o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, negar o pedido do prefeito interino da cidade de Bayeux, Jefferson Kita para barrar a realização da eleição indireta no município, Kita, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) na tentativa de impedir o pleito marcado para a tarde desta quarta-feira (19) na Câmara Municipal.

Kita tenta uma suspensão de segurança, que será analisada pelo ministro João Octávio Noronha, presidente do STJ.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Tecnologia: Cícero afirma que pessoense terá “prefeitura na palma da mão”

Os serviços públicos precisam ser eficientes e devem estar sempre acessíveis para a população. É com esta certeza que o candidato do Progressistas à Prefeitura da capital, Cícero Lucena, lançou…

Após ser anunciada como vice de RC, Paula Frassinete renuncia

Apenas um dias após ser registrada como companheira de chapa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na corrida eleitoral pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, a ex-vereadora Paula Frassinete renunciou do…